Categoria: Notícias

Por Sindipetro em 16/04/2018 16:18

Atos cobram respostas e justiça ao assassinato de Marielle e Anderson

Passados mais de 30 dias do bárbaro assassinato de Marielle Franco e Anderson Pedro na cidade do Rio de Janeiro, nenhuma pista consistente foi encontrada pelos investigadores, a não ser a conclusão óbvia de que se trata de um crime político.

O crime comoveu o país e foi seguido por centenas de manifestações em várias cidades, inclusive, com repercussão internacional.

Devido à intervenção federal e militar, a violência cresce no Rio de Janeiro.  Poucos dias depois da execução de Marielle, cinco jovens foram vítimas de uma chacina em Maricá, na baixada fluminense. Também, até agora, nenhum culpado foi encontrado.

Não vamos abandonar as ruas. No dia 13 e 14 completou 30 dias do assassinato de Marielle e Anderson. A CSP-Conlutas, junto com outras organizações, transformou esses dois dias, em dias de lutas e manifestações nos locais de trabalho, estudo e moradia, e realizou atos nos principais estados e cidades do país. Exigimos apuração e punição de todos os responsáveis por esses crimes bárbaros e o fim da intervenção federal/militar no Rio de Janeiro (CONFIRA AQUI).

Faremos isso em conjunto com todas as organizações sindicais, políticas e movimentos sociais que estejam dispostos a levar adiante essa luta. Não podemos deixar esses crimes caírem no esquecimento e terminarem impunes.

Orientamos a todas as nossas entidades filiadas e organizações regionais a fazerem os esforços necessários para construir um grande dia nacional de lutas em 13 e 14 de abril.

-Pelo fim da intervenção federal e da militarização no Rio de Janeiro!

- Todo repúdio às calúnias que setores da direita vêm fazendo nas redes sociais contra Marielle e sua luta!

- Investigação rápida e prisão de todos os envolvidos na execução de Marielle e Anderson!

- Em defesa da desmilitarização da Polícia Militar!

- Pelo direito à autodefesa dos trabalhadores!

 

 

Outras da mesma categoria:

+ Ver Todas as Notícias