Categoria: Notícias

Por Sindipetro em 15/05/2018 10:11

Reunião nacional define calendário de mobilizações, com atividades até o dia 25 de maio

Na última quarta-feira (9), a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) convocou todas as entidades para construir um ato nacional e resistência contra os ataques da gestão Temer/Parente.

Em pauta: a luta contra a privatizações da Petrobrás, em defesa da Petros e dos direitos da classe trabalhadora.

Presentes à mesa de abertura, estavam: Agnelson Camilo, Sindipetro-PA/AM/MA/AP; Eduardo Henrique, Sindipetro-RJ; Fábio Mello, Sindipetro-LP; Natália Russo, Sindipetro-RJ; e Ricardo Landal, Sindipetro-RS.

O elevado risco de o Brasil ter todas as suas estatais privatizadas fez o auditório do Sindipetro-RJ lotar. Em sintonia, participantes da mesa concordaram que estamos num momento crucial de nossa história que nos obriga a lutar.

Veja o vídeo da abertura facebook da FNP: FNP Petroleiros. Flashes do evento também estão disponíveis lá.

Durante reunião, ficou definido que a FNP e seus Sindicatos farão um grande calendário de mobilizações, com atividades até o próximo dia 25.

Neste período, a categoria será consultada em assembleias e vários atos devem ocorrer, em todas as unidades. O indicativo da FNP é que seja aprovado o estado de greve nas bases, para começar a construir a Greve Nacional contra o desmonte do Sistema Petrobrás.

Além disso, uma campanha de comunicação unificada deverá ser lançada, para mobilizar os petroleiros e petroleiras contra a privatização, em defesa da Petros e em defesa dos direitos da classe trabalhadora.

Também estavam presentes: Fernando Siqueira (AEPET), Pedro Carvalho (Ambep), André de Paula (Frente Internacionalista dos Sem Teto - Fist), Christian Alejandro Queipo (Conselho de Administração da Petrobrás), petroleiros do Norte Fluminense do RJ, de Minas Gerais, Rio Grande Sul, membros da Associação Beneficente e Cultural dos Petroleiros (ABCP), além dos sindicatos filiados à FNP – Sindipetro-AL/SE, Sindipetro-LP, Sindipetro-PA/AM/MA/AP, Sindipetro-RJ, Sindipetro-SJC.

Fonte: FNP

Outras da mesma categoria:

+ Ver Todas as Notícias