Categoria: Notícias

Por Sindipetro em 04/02/2019 14:28

Moradores de Laranjeiras passam mal e suspeitam de vazamento na Fafen

Cerca de dez moradores do povoado Bom Jesus, em Laranjeiras, foram atendidos na Associação Beneficente Hospital São João de Deus, com ardência nos olhos e com grande dificuldade para respirar. O secretário de comunicação social do município de Laranjeiras, João Rosa, associa os sintomas a intoxicação provocada por produtos químicos e suspeita que a mal-estar tenha sido provocada por um suposto vazamento de amônia na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), subsidiária da Petrobras, que entrou em hibernação na semana passada em decorrência da política desestatização do Governo Federal.

Segundo José Rosa, ao ser informado sobre os sintomas que os moradores do povoado apresentavam, a Secretaria Municipal de Saúde mobilizou ambulância, médicos e agentes comunitários para prestar o atendimento à comunidade. Muitos foram atendidos na própria comunidade e os pacientes os pacientes em situação mais grave foram encaminhados para o hospital mantido pelo município.

O episódio foi registrado na sexta-feira, 1o e coincidiu com o momento que a Petrobras programou para a hibernação da fábrica. O prefeito Paulo Hagenbeck (DEM) tentou contato com dirigentes da fábrica na mesma sexta-feira, mas não obteve êxito, segundo informações do secretário João Rosa. Nesta segunda-feira, 4, o prefeito retornou a fazer contato telefônico, mas nenhum responsável atendeu ao telefonema e o gestor enviou ofício solicitando informações oficiais da fábrica sobre este episódio.

De acordo com o secretário João Rosa, a prefeitura aguardará uma manifestação da direção da fábrica para decidir as medidas judiciais que deverão ser adotadas pelo município sobre esta questão.

O Portal Infonet tentou ouvir a Petrobras, mas não obteve êxito. A assessoria de imprensa apenas confirmou que o processo de hibernação continua e se comprometeu a enviar um posicionamento da estatal sobre o suposto vazamento ainda nesta manhã. O Portal permanece à disposição. Informações podem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

Por Cassia Santana.

Fonte: Infonet
 

Outras da mesma categoria:

+ Ver Todas as Notícias