Categoria: Fertilizantes

Postado em 23/10/2012 11:42

Trabalhadores da Heringer estão em greve em Viana/ES

Os trabalhadores da fábrica da Heringer em Viana, no Espirito Santo, estão em greve desde o dia 17/10. A empresa inicialmente se negou a negociar com o sindicato e nesse momento apresenta propostas que são consideradas desrespeitosas pelos trabalhadores.

Dentre as reivindicações, os trabalhadores exigem cesta básica de R$ 300 (inclusive no 13º salário); transporte para todos os trabalhadores (hoje existe só para alguns); PLR sem desconto dos prejuízos; reajuste pelo INPC-IBGE das perdas salariais; ganho real de 20%; piso salarial de R$ 1.000,00; horas extras a 125%; adicional noturno de 50%; reembolso creche e kit escolar.

Além de não respeitar os trabalhadores em suas reivindicações, a Heringer tem mandado a policia frequentemente para pressionar os grevistas a encerrarem o movimento paredista. Uma vergonha!

Nesse momento, mais de 95% dos funcionários da produção estão parados e não carregam e nem descarregam quaisquer materiais.

O Sindipetro AL/SE é solidário à luta dos trabalhadores da Heringer de Viana. Compreendemos que uma vitória deles é também uma vitória nossa. Daqui para frente queremos unificar as campanhas. Nenhum trabalhador pode lutar sozinho. Vamos construir as próximas mobilizações juntos com as outras unidades porque assim somos mais fortes.

Outras da mesma categoria:

+ Ver Todas as Notícias